Skip to main content


FedEx Express expande hub de carga aérea no Aeroporto Internacional de Miami 

As melhorias incluem a maior instalação de cadeia fria na rede global da FedEx, mais do que dobrando a capacidade de área de desembaraço aduaneiro, e a criação de centenas de novos empregos 

December 16, 2021

São Paulo, 16 de dezembro de 2021 – A FedEx Express, subsidiária da FedEx Corp. (NYSE: FDX) e a maior empresa de transporte expresso do mundo, acaba de concluir a expansão de seu hub de carga aérea, localizado no Aeroporto Internacional de Miami, que conecta os EUA e o Canadá à América Latina e Caribe. A expansão aumenta a capacidade e os recursos da companhia.  

O investimento de US$ 72,2 milhões adiciona mais de 138.000 m² à instalação principal, totalizando 282.000 m².  As melhorias incluem uma nova área de desembaraço alfandegário e uma nova instalação de cadeia fria de 70.000 m², a maior da FedEx no mundo. Além disso, a expansão criará centenas de novos empregos no hub durante as temporadas de maior demanda, como feriados e datas comemorativas.  

A ampliação da área alfandegária ajudará a acelerar as operações internacionais, pois reduzirá o tempo dos processos de desembaraço aduaneiro. A unidade de cadeia fria, por sua vez, é composta por várias salas que variam de -25 °C a 25 °C, que acomodarão a crescente demanda por transporte de perecíveis, como flores e alimentos, bem como farmacêuticos e terapêuticos. 

“A FedEx Express tem orgulho de ser uma das maiores transportadoras aéreas de carga operando no Aeroporto Internacional de Miami. Essa expansão reforça nosso compromisso de atender o sul da Flórida e a América Latina e amplia nossa cobertura para mais países do mundo”, conta Richard W. Smith, presidente regional das Américas e vice-presidente executivo de suporte global da FedEx Express. “A expansão do nosso hub em Miami nos fortalece para atender à crescente demanda dos clientes e gerenciar eficientemente o aumento do volume de e-commerce através de nossa vasta rede.” 

“Miami sempre foi fundamental para nossas operações, servindo como nossa mais importante porta de entrada para a América do Norte e a América do Sul e nos conectando à mercados em toda a região”, conta Juan Cento, Presidente Regional da FedEx Express na América Latina e Caribe. “As capacidades adicionais da cadeia fria nos permitirão expandir verticais na região latino-americana que requerem refrigeração, e o novo espaço de desembaraço alfandegário ajudará a acelerar o comércio dentro e fora do movimentado porto de carga aérea.” 

“A expansão da FedEx Express no Aeroporto Internacional de Miami (MIA) continua a aumentar a capacidade do condado de Miami-Dade para comércio internacional e comércio eletrônico, especialmente antes da agitada temporada de feriados e datas comemorativas posicionando ainda mais nosso condado como líder de carga no país e no hemisfério Norte”, disse a prefeita do condado de Miami-Dade, Daniella Levine Cava. “Além de aumentar a capacidade de transporte e carga do aeroporto, o maior hub da FedEx Express está criando centenas de empregos para os residentes da região e oportunidades de crescimento para empresas locais.” 

Entre 2019 e 2020, o volume de envio da FedEx pelo condado de Miami-Dade, na Flórida, cresceu 30,9%. Projetos planejados de melhoria de capital, como a expansão do Aeroporto Internacional de Miami, permitem que a empresa acompanhe a demanda, ao mesmo tempo em que cria empregos locais e estimula a atividade econômica na comunidade. Saiba mais sobre o FedEx Effect. 

Ralph Cutié, Diretor e CEO do Aeroporto Internacional de Miami, parabeniza a FedEx Express pela conclusão de seu novo hub em Miami. ”Como um dos mais movimentados transportadores de carga do Aeroporto Internacional de Miami (MIA), seu crescimento é uma das principais razões pelas quais estamos tendo, de longe, nosso melhor ano em volume total de carga.”